Nossa vida na Australia – o primeiro emprego

Quando você sai do Brasil, você acha que vai ser facinho encontrar um emprego na Australia, mas nao é bem assim. Claro, que tem pessoas com mais sorte que em uma semana ja estao empregadas, enquanto que outras demoram meses pra achar algo fixo. Eu vou ser bem sincera, é um pouco de esforço, claroooo!!! Mas a sorte fala mais alto.

Tenho dois exemplos. Dois meninos esforcadissimos que chegaram na mesma data, sem contatos por aqui, sem experiencia de trabalho em faxina/limpeza/barista/garçom. Um meu atual marido (Thiago) e o outro nosso querido flatmate P.

Um belo dia, logo no começo, com algumas semanas de Australia, os dois sairam pra procurar emprego. P deu sorte e entrou num restaurante que o ajudante da cozinha tinha ACABADO de pedir as contas. Bang, P conseguiu o tao sonhado trabalho. Bum! AU$20/hora na conta! Ja Thiago, naquele momento, sem sorte voltou pra casa cabisbaixo e só foi conseguir algo fixo 1 mês depois por indicaçao de um colega.

Ele comecou a trabalhar de ajudante de cozinha em um restaurante. E arrumou outro emprego, por indicacao tambem, como responsável pela limpeza em um prédio residencial.

Ai, um dos moradores daquele predio, é o dono de 7 franquias do Subway. Viu que o Thiago é um bom rapaz e esforçado e ofereceu o trabalho de artista de lanche! Uhul! De cleaner pra sandwich artist! Que conquista!

E gente, essa é a palavra! Indicação! Se voce conhece alguem que conhece alguem que precise de alguem, aí simmm! Ai as coisas ficam mais faceis. Mas tambem nao é nada de 100% garantia.

No meu caso, nos primeiros meses, foram as coxinhas e bolos que me salvaram. Eu fazia ate 200 coxinhas por dia! E, mais um trabalho casual aqui e acolá. Obrigada a todas as pessoas que compraram minhas comidinhas!

Eu tambem fiz faxina: faxina de gente rica, faxina de Airbnb, faxina de pobre de espirito que nao pagou, faxina na casa de louco. E, passei roupa, fui bar attendant numa festa de família em que torei as caipinhas no povo, hahahahaha, vendi batata frita no Monster Jam e muito mais (depois faço um post pra cada emprego, é tanta estória pra contar e risada pra dar).

Mas enfim, no final das contas da pra encontrar algum trabalho que nao te deixe passar fome. Se vc está vindo, boa sorte! É disso que vcs precisam quando chegam aqui. E façam amizades, porque o vulgo QI ajuda pacas!

DICA: Ahhhh, e aqui hotel é pub/bar, não é só o nome dado pro local onde as pessoas dormem quando estão longe de casa. Um dia achei que eu ia pedir emprego pra ser camareira, mas era pra ser atendente no bar.

Advertisements