Nossa vida na Australia – A chegada

Apenas um cometarinho inicial: Por favor nao liguem para os erros de acento…meu pc tem teclado em ingles e eu nao sei o que acontece aqui que tem hora que o blog consegue arrumar e tem hora que nao. Mas, acredito que mesmo com esses probleminhas voces conseguem entender, ne? E eu nao queria mudar o blog pra Portugues, pois alguns posts sao bilingues….bjo fui.

Comecando a post:

Quando voce chega na Australia tudo eh uma festa. Afinal o pais eh lindo, voce esta prestes a conhecer gente nova, tera uma experiencia de vida diferente e o mais importante: a acomodacao ja esta paga por um mes. Pois entao sabe aquele dinheiro que voce acha que tem sobrando? Voce gasta ele todinho, afinal aqui eh a terra da oportunidade e voce vai achar um emprego rapinho. Assim, voce vai em restaurantes caros e pubs delicia comer steak and chips, voce vai nos parques de diversao com seus coleguinhas da escola de ingles e ate faz comprinhas de estreia.

IMG_1633 (2017_11_02 23_31_02 UTC)

Ai, voce percebe que nao devia ter gastado aquela grana toda, pois achar emprego aqui nao eh tao facil assim. Mas, afinal, a vida eh uma so e eu vou la saber se vou ficar aqui os 6 meses de curso ou se vou extender a minha temporada de estudos? Bora  aproveitar. E verdade,  aproveitamos e HOJE nao nos arrependemos. Gaste mesmo, depois voce corre atras. Ps: ainda mais se voce tem uma familia maravilhosa que te da um apoiozinho financeiro se vc precisar.

IMG_0384 (2017_11_02 23_31_02 UTC)IMG_0599 (2017_11_02 23_31_02 UTC)

Enfim, voce chega aqui e tudo eh novo e lindo. Tudo eh aprendizado e descoberta. Voce aprende a usar o onibus e o trem, mesmo se perdendo um pouquinho no comeco  ao pegar rotas totalmente erradas. Aprende que telephone pre-pago eh pratico e barato. Voce tambem aprende a comer atum, miojo e Timtam todo dia. Ah, nao posso deixar de citar que voce experimenta e acha maravilhoso todo o estoque homebrand do supermercado.

Voce descobre como as coisas funcionam pela Australia: o caixa de supermercado nao tem atendente e posto de gasolina nao tem frentista. Descobre tambem que as pessoas andam descalso e nao ligam tanto pra roupas de marca. Lugar legal…

IMG_4635 (2017_11_02 23_31_02 UTC)

Mas ai, voce percebe que nao fala ingles. Hahahahahaah…que sotaque eh esse Jesuisss????- Ate eu que fiz ingles desde os 7 anos de idade, morei nos EUA e viajei varias vezes pra fora do Brasil passei por apuros aqui- E com o seu ingles “brasileires” voce sai pra entregar curriculos com o objetivo de achar o tao sonhado emprego de garconete/garcom/cleaner/barista na terra dos cangurus.

Continua…..

Saindo de casa…. Ou não.

Oi amigos! Nos próximos posts eu vou falar das minhas experiências de morar fora de casa. Compartilharei as coisas boas, as coisas ruins, as amizades eternas, os aprendizados, as gafes, enfim pequenas histórias engraçadas e tristes da vida longe da família.

Foram duas, até agora, as minhas experiências: uma em 2002 quando fui fazer intercâmbio nos EUA e segunda experiência foi quando passei na faculdade e fui para Jabuka City.

Filha única e por muito tempo neta única da parte de pai e mãe, assumo que sempre fui um pouco mimadinha, mas não vamos pensar no sentido pejorativo da palavra, e sim no fato de que sempre tive, por merecer, quase tudo que eu sempre quis: atenção, paparicação, presentes, etc etc. Por isso, e talvez por causa disso mesmo, sempre fui encorajada por Papis e Mamis a estudar inglês fora do Brasil e fazer faculdade longe de casa também… Acho um pouco que por eles terem morado fora no período da faculdade, eles queriam que comigo fosse assim também. E foi! Com 17 anos fui morar em Indiana EUA e com 20 anos na cidade de Jabuka.

Para que os posts não fiquem compridos e cansativos vou dividir em várias publicações e começarei por Jaboticabal, pois é mais recente! Mas só no próximo, aguardem e voltem para conferir !

Bjos